Eu gosto mesmo é de pessoas despreocupadas, aquelas que não precisam olhar para o relógio o tempo todo, que sentam no sofá e começam a rir dos filmes, e passam horas e mais horas no telefone com um amigo, mas, sabem aproveitar os poucos minutos que um encontro casual reserva para compartilhar coisas boas, essas pessoas que não se importam com que roupa irão vestir para ir até o supermercado, que não dão a mínima se o verde combina com o verão, ou se o cabelo esta desarrumado. Gosto dessas pessoas que tem paixões incomuns, gente que se apaixona por livros, paisagens, pela vida, que sempre acredita que existem outros dias, outras pessoas, mas, que nunca se esqueceram de valorizar as que estão com elas. Eu gosto das pessoas que saem de casa quando começa a chover, e que se levantam cedo para não perder nenhum minuto a mais da vida, pessoas que sorriem para estranhos na rua, mas, que não fazem questão de chorar na frente deles também, essas pessoas que não tem vergonha de dançar em público, e não tem medo de falarem a verdade. Mas, acima de tudo, eu gosto das pessoas que surpreendem, que acreditam em tudo, que perdoam, que amam demais, simples, das loucas, principalmente dessas pessoas, esse tipo de gente, tem cheiro de felicidade.