“Já é madruga e está tão tarde. Quer dizer, ainda é cedo. Ainda da tempo, ainda existe alguém aqui (eu) disposto a te ouvir. É cedo pra você lembrar de mim, pra você pegar o telefone e me ligar ou apenas me mandar uma mensagem de texto com uma simples carinha. É cedo pra você voltar dizendo que ainda me quer. Pra você nunca é tarde. Meu coração bate devagar só pra você alcançar o relógio e vir me ver.”